segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Eu gostaria de...

   Tela em branco. Tela em. Branco. Que cor mais sem graça. Começo a devanear... Enfim, vamos ao que interessa.

   Eu gostaria de fazer coisas grandiosas, como inspirar alguém com uma música, um livro, uma ação. Gostaria como inspiração pelo meu jeito determinado de ser. Gostaria de ser admirada mesmo na TPM. E compreendida na minha confusão.

   Eu gostaria de saber tocar violão, falar italiano fluentemente, fazer tricô e pintar belíssimos quadros que valessem ao menos umas centenas de reais. Gostaria de compor uma música e vê-la/ouví-la na trilha sonora de um filme ou uma série bacana. Imagina?! :)

   Também gostaria de não me sentir pressionada pela idade que eu tenho, mesmo não me sentindo com ela. E gostaria de dar um basta nas minhas neuras neurantes!!

   Eu gostaria de ter meia dúzia de fãs que me esperassem na rua para me contar o quanto sou importante pra eles, e o quanto fiz a diferença na vida de cada um deles. Também gostaria de ver minha melhor amiga todos os dias e juntas fazer o que fazíamos nos tempos da escola: nada. Nada além de nos divertirmos. Bons tempos aqueles. Como passa rápido!!

   Eu gostaria de amar sem medo, me entregar sem culpa e me apaixonar dia após dia por uma ideia, um filme, um ivro, uma banda, uma música... A paixão provoca aquele friozinhoi na barriga gostoso. É tão bom, né? ;)

   E gostaria de ser lida sem ser julgada. Apenas lida. Devorada. E quem sabe receber sua visita em meu blog mais uma vez... ^^

   Até a próxima!!

    BJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário